Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

20/09/2021 - 19h29Comissão de Organização e Divisão Judiciária se reúneTemas deverão ser levados, após apreciação, ao Órgão Especial e ao Tribunal Pleno

Comissão de Organização e Divisão Judiciárias deve se encontrar novamente na quarta (Foto: Mirna de Moura/TJMG) A Comissão de Organização e Divisão Judiciárias (CODJ) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) se reuniu nesta segunda-feira 20/9) para tratar de temas que serão votados em novo encontro, a ser realizado por meio virtual, na quarta-feira (22/9). Caso aprovada pela CODJ, as pautas seguem para o Órgão Especial e para o Tribunal Pleno. O presidente do TJMG, desembargador Gilson Soares Lemes, recebeu em seu gabinete o 1º vice-presidente, desembargador José Flávio de Almeida, o 3º vice-presidente, desembargador Newton Teixeira Carvalho, o corregedor-geral de justiça, desembargador Agostinho Gomes de Azevedo, e os desembargadores Anacleto Rodrigues, Catta Preta, Elias Camilo, Juliana Campos Horta, Marco Aurelio Ferenzini. Também participou da reunião, o secretário de Governança e Gestão Estratégica, Guilherme Augusto Mendes do Valle. Entre os assuntos discutidos estão os serviços extrajudiciais e a especialização de câmaras do TJMG. A Comissão de Organização e Divisão Judiciárias é uma das comissões permanentes do TJMG. O colegiado é composto pelo presidente, pelos vice-presidentes do Tribunal, pelo corregedor-geral de justiça e por cinco outros desembargadores escolhidos pelo presidente. Compete à CODJ elaborar os projetos de alteração da organização e da pisão judiciárias, quando necessário, e apreciar propostas de alteração apresentadas por desembargador ou por juiz de direito e opinar sobre elas, elaborando, se for o caso, o projeto de lei a ser submetido ao Órgão Especial para posterior encaminhamento à Assembleia Legislativa de Minas Gerais.
20/09/2021 (00:00)
Visitas no site:  6153322
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia