Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

Doriel Barros comenta diálogos vazados entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol

Os diálogos do procurador do Ministério Público Federal (MPF) Deltan Dallagnol com o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, voltaram a repercutir na Alepe. Em discurso na Reunião Plenária desta terça (11), o deputado Doriel Barros (PT) pediu que as instituições públicas posicionem-se sobre o episódio que, na avaliação do parlamentar, comprova a prática de ilegalidades pelo então magistrado e pela força-tarefa da Lava Jato no julgamento do ex-presidente Lula no processo do triplex do Guarujá. “O acusador negociou com o julgador formas de condenar o ex-presidente Lula, o que é crime. Espero que o Supremo Tribunal Federal tenha uma posição altiva e clara para punir aqueles que burlaram as leis em benefício próprio ou de terceiros”, disse o deputado, que analisou as consequências da condenação de Lula no processo eleitoral do último ano. Para o parlamentar, Moro deveria deixar o cargo de ministro e Dallagnol ser afastado das funções de procurador. A deputada Dulcicleide Amorim (PT) também comentou as conversas, que foram tornadas públicas pelo portal The Intercept Brasil. A parlamentar disse que os diálogos confirma a inocência do ex-presidente Lula. “Não podemos fechar os olhos para o que está acontecendo. Eu, como líder do PT na Alepe, me orgulho da decisão de Lula de não aceitar prisão domiciliar porque o desejo dele é provar sua inocência”, arrematou.
11/06/2019 (00:00)
Visitas no site:  1791557
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia