Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

Juízes e servidores do TJDFT falam sobre violência contra a mulher para alunos do DF

Na última terça-feira, 7/5, uma das coordenadoras do Núcleo Judiciário da Mulher do TJDFT - NJM, juíza Fabriziane Zapata, esteve no Centro de Ensino Fundamental 619 de Samambaia, onde participou de uma roda de conversa com alunos e professores, organizada pela Secretaria de Educação do DF, em parceria com a Secretaria de Justiça e Cidadania. A ação integra as atividades da Semana Educação Para a Vida e do programa Maria da Penha Vai à Escola - MPVE e teve como objetivo orientar sobre a temática da violência doméstica e familiar contra a mulher. O evento contou ainda com a participação da advogada e diretora de Gênero do Fórum de Mulheres do Mercosul, Lúcia Bessa.  Diante dos números de feminicídio notificados no DF, o trabalho realizado pelo NJM e demais partícipes do programa MPVE mostra-se cada vez mais necessário e urgente. Sobre esse trabalho, a magistrada observou que a capital federal e suas regiões administrativas são referência no Brasil quando se fala de enfrentamento. “Ações como as que fazemos dentro das escolas são essenciais para continuar diminuindo o número de casos. A escola é o lugar que precisamos estar para mudar a percepção do que é a violência contra a mulher”, disse a juíza. "Tenho certeza que todos os dias salvamos muitas mulheres no Distrito Federal”.  O Maria da Penha Vai à Escola segue ao longo do ano e, como as solicitações de palestras cresceram bastante durante a Semana Educação Para a Vida do GDF, as atividades foram prorrogadas com as seguintes ações descritas abaixo: 16/05: EAPE – 9h às 12h e 14h às 17h (3º encontro presencial no curso MPVE para profissionais da educação e partícipes do projeto MPVE) 17/05: Auditório do Corpo de Bombeiros - 9h às 12h (aula presencial no Curso de Aperfeiçoamento de Praças, da PMDF, com apresentação do espetáculo Baby, da Secretaria de Segurança Pública) 22/05: EC 115 Norte – 9h às 11h e 14h às 16h (formação com professores – com a juíza e coordenadora do NJM Fabriziane Zapata e a Defensora Pública Dulcielly de Almeida) 24/05 e 30/05: Tribunal do Júri de Planaltina – 14h às 18h (palestra “Lei Maria da Penha e o atendimento pelos profissionais de saúde”) 27/05, 28 e 31/05: Escola Penitenciária do Distrito Federal – 9h45 às 12h15 (curso “A Lei Maria da Penha e o atendimento no Sistema Penitenciário” para técnicos e agentes penitenciários) 28/05 e 30/05: CEF 01 N. Bandeirante – 10h às 11h30 (palestra para alunos com o juiz e coordenador do NJM Ben-Hur Viza) 28/05 e 30/05: CEF 01 N. Bandeirante – 14h às 15h30 (palestra para alunos com professora de Direito Camilla Magalhães e alunos do UNICEUB) 29/05: CED 310 Santa Maria – 8h às 9h30 (palestra para alunos com juíza Gislaine Carneiro Campos Reis e a pedagoga e servidora lotada no NJM Myrian Sartori) 29/05: CED 310 Santa Maria – 14h às 15h30 (palestra para alunos com professora de Direito Camilla Magalhães e alunos do UNICEUB) 29/05: EC 115 Norte – 8h30 às 17 (formação para professores)
15/05/2019 (00:00)
Visitas no site:  1786103
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia