Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

Novembro Azul: Associados se informam sobre prevenção ao câncer de próstata e se divertem durante happy hour da AMPEB

Homens a partir dos 45 anos, principalmente negros e os que possuem histórico de câncer de próstata na família, devem procurar o urologista de forma precoce para fazer o rastreio da doença, que consiste no toque retal e no exame de sangue PSA. A idade aumenta para 50 anos para os que não possuem fatores de risco. Segundo o urologista Wendel Kruschewsky, quando um tumor é diagnosticado na fase inicial, a chance de cura ultrapassa 90%. “Por outro lado, quando a gente tem um diagnóstico numa fase avançada, a gente tem uma chance de cura de zero. O que a gente pode ofertar para esse paciente é um tratamento paliativo, um conforto, um controle da doença, mas a cura só se dá com o diagnóstico precoce”, alertou o especialista durante o evento sobre o Novembro Azul, promovido pela AMPEB nesta quarta-feira (23), na sede da associação. Kruschewsky explicou que o diagnóstico é feito através de um exame chamado biópsia de próstata, onde são retirados alguns fragmentos da próstata para que o patologista possa examinar se ali há doença ou não. A partir daí, o médico segue com a linha de tratamento mais adequada, inpidualizando caso a caso. “A grande maioria dos tratamentos em doença localizada, principalmente, é com a cirurgia, que é a retirada de toda a próstata e das vesículas seminais. Outras modalidades de tratamento que também são utilizadas são a radioterapia e a hormonioterapia. Há tumores que são muito menos agressivos (de baixo risco) e conseguimos fazer uma vigilância ativa e acompanhar esse paciente de perto sem operar”, enfatizou o urologista. O especialista citou que, apesar dos riscos, inerentes à intervenções cirúrgicas, eles foram muito minimizados através da cirurgia robótica, na qual o cirurgião consegue preservar os nervos da ereção, enxergar em 3D, dez vezes ampliado. “Então você pensa que, numa cirurgia em que a gente tem que preservar nervos que passam pelo lado da próstata, o robô cirúrgico, através de seus delicados movimentos nos ajuda bastante nessa questão funcional, da potência sexual e da continência urinária. Claro, ninguém pode garantir que aquele homem não vai desenvolver uma disfunção erétil, uma incontinência urinária, pois há casos que podem evoluir, mas a gente vem observando uma tendência de redução dos casos com o aprimoramento dessa tecnologia”, comemorou. O vice-presidente da AMPEB, Marcelo Miranda, destacou a alegria em receber os associados para tratar “de um tema tão relevante, caríssimo para a população masculina, mas que ainda se sente incomodada em discutir o assunto, em buscar avaliação médica, tratamento, e quando vai descobrir a doença, um caminho já foi percorrido”. Durante o evento, que contou com a intermediação do psicólogo da AMPEB, Rafael Batista, os participantes, além de ficarem super bem-informados, se pertiram com um stand up comedy estrelado pelo ator e comediante Ruan Passos. Em seguida, curtiram o show de Noi Rodrigues, que contou com participações dos associados Alexandre Soares Cruz, Marco Antônio Chaves e Renata Bandeira, tornando o momento ainda mais notável. Na avaliação da promotora de Justiça Thelma Leal, é crucial que sejam realizados eventos dessa natureza para que o conhecimento seja propagado e o estigma em relação ao exame de próstata seja quebrado. “O Novembro Azul é super importante para que as pessoas tenham acesso à informação correta porque a ignorância é que leva, muitas vezes, à morte. Vim porque tenho homens em minha família, tenho marido, filhos, irmãos, e é importante que cada um espalhe esse conhecimento saudável para as pessoas da família”, opinou Thelma. O ex-presidente da AMPEB e secretário-geral do MP-BA, Alexandre Soares Cruz, classificou como excelente a oportunidade de congregação, tanto pelo aspecto associativo, de convivência entre os membros da entidade, quanto pela “grandeza da iniciativa, diante da importância do tema que foi abordado, que é da maior relevância para a saúde dos associados e que, portanto, a AMPEB merece os parabéns pela ação e pela forma muito interessante que foi conduzido o evento”. Fotos: Humberto Filho
Visitas no site:  9110342
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia