Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

Publicações


Os riscos do mercado de investimentos em criptomoedas - 09/02/2020

A inauguração de novas formas de investimento e de moedas digitais, norteadas pela “bitcoin” e outras criptomoedas, aliado ao imediatismo que norteia as novas gerações, levou uma massificação na adesão de investimentos com ofertas de retornos exponenciais, cujo alguns prometiam, inclusive, devolver 8% do valor investido ao mês.
 
Isto porque, o nascimento das criptomoedas, dentre estas, da bitcoin, se deu pela necessidade internacionalizar um meio de pagamento “peer to peer”, eletrônico, que fosse certificado pelos próprios usuários, retirando intermediários, como as instituições bancárias.
 
Neste panorama, a transferência das criptomoedas/bitcoins são realizadas pelos próprios usuários e são gravadas em um banco de dados denominado “blockchain” que é uma rede que dispensa uma administração central, sendo gerida de forma descentralizada.
 
Pelas facilidades que as criptomoedas oferecem e pela sua fluidez, acabaram por atrair usuários no mundo todo, criando uma nova forma de negociar, e investir, na internet, inclusive, com a criação de corretoras de moedas digitais as quais difundiram ainda mais o seu uso.
 
No entanto, não obstante a oferta de lucros que são intangíveis pelos outros modelos de investimento, a operação de investimento em criptomoedas tem se mostrado de risco, com a quebra de diversas empresas do setor e retenção dos valores investidos pelos usuários.
 
Foi o caso, por exemplo, da empresa BWA Brasil, a qual têm sido acionada na justiça por diversos investidores os quais pleiteiam o ressarcimento dos valores investidos, os quais estão bloqueados na plataforma, levando a um prejuízo que se especula atingir centenas de milhões.
 
Nestes casos, o caminho para retomar os valores investidos é através de uma ação judicial para a resolução do contrato de intermediação dos investimentos com a consequente reparação dos danos, onde pode-se buscar uma tutela de urgência para o bloqueio de valores da empresa, liminarmente, a fim de garantir o efetivo ressarcimento quando encerrado o processo.
 
Autor: Leandro Furno Petraglia
Visitas no site:  4055775
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia