Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

Principal

Provimento aborda análises de prisão nos plantões ordinários

Observada recomendação do CNJ durante pandemia.   O Conselho Superior da Magistratura editou hoje (21) o Provimento CSM nº 2.648/22, que trata das análises de prisão nos plantões ordinários, que ocorrem de forma remota. Em todas as unidades, a análise seguirá os termos dos artigos 8º e 8ª-A da Recomendação CNJ nº 62/20, independentemente da modalidade utilizada para a realização das audiências de custódia durante os dias úteis (videoconferência ou presencial).  Confira a íntegra do provimento:     PROVIMENTO CSM Nº 2648/2022     O CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,     CONSIDERANDO o disposto no Provimento CSM nº 2.646/2022, que determinou, em seu art. 8º, a realização das audiências de custódia por videoconferência;     CONSIDERANDO que os Plantões Ordinários são realizados nas sedes das Circunscrições Judiciárias, abarcando Comarcas com diferentes estruturas;     CONSIDERANDO, ainda, que a realização dos Plantões Ordinários de forma mista (por videoconferência ou nos termos dos art. 8º e 8ª-A da Recomendação CNJ nº 62/2020) poderia acarretar prejuízos à prestação jurisdicional;     RESOLVE:     Art. 1º. O § 2º, do art. 8º, do Provimento CSM nº 2.646/2022, passa a contar com a seguinte redação:   “§ 2º. Os Plantões Ordinários serão realizados na forma remota (art. 32 do Provimento CSM nº 2.564/2020), devendo a análise de todas as modalidades de prisão observar os termos dos art. 8º e 8ª-A da Recomendação CNJ nº 62/2020, independentemente da modalidade utilizada para a realização das audiências de custódia durante os dias úteis.”   Art. 2º. Este provimento entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.     Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.     São Paulo, 21 de janeiro de 2022.       RICARDO MAIR ANAFE | Presidente do Tribunal de Justiça   GUILHERME GONÇALVES STRENGER | Vice-Presidente do Tribunal de Justiça   FERNANDO ANTONIO TORRES GARCIA | Corregedor Geral da Justiça   JOSÉ CARLOS GONÇALVES XAVIER DE AQUINO | Decano   ARTUR CÉSAR BERETTA DA SILVEIRA | Presidente da Seção de Direito Privado   WANDERLEY JOSÉ FEDERIGHI | Presidente da Seção de Direito Público   FRANCISCO JOSÉ GALVÃO BRUNO | Presidente da Seção de Direito Criminal  
21/01/2022 (00:00)
Visitas no site:  7558122
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia