Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

Principal

TJSP participa da campanha “21 Dias de Ativismo pelo fim da Violência contra a Mulher”

Iniciativa nacional engaja sociedade civil e órgãos públicos.     O Tribunal de Justiça de São Paulo participa da campanha nacional “21 Dias de Ativismo pelo fim da Violência contra a Mulher”, iniciada em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, e que vai até 10 de dezembro, quando se comemora o Dia Mundial dos Direitos Humanos. O movimento liderado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) engaja a sociedade civil e órgãos públicos e traz reflexões sobre os variados cenários da violência de gênero contra meninas e mulheres, com a contextualização de suas vulnerabilidades. No dia 6 de dezembro, ocorrerá a mobilização #ElesPorElas. Serão pulgados vídeos curtos com homens respondendo ao seguinte questionamento: “O que você pode fazer para tornar o mundo um lugar mais seguro para as mulheres e meninas viverem?”. A publicação será feita no Instagram do TJSP (www.instagram.com/tjspoficial). Para participar, magistrados, servidores e colaboradores podem enviar um vídeo de até 30 segundos para redessociais@tjsp.jus.br respondendo à pergunta. A gravação deve ser feita com o celular na posição vertical e encaminhada até 4/12. Os vídeos serão analisados e poderão ser publicados na rede social durante todo o dia. A iniciativa se inspira na ação mundial denominada 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a mulher, que se iniciou em 1991 em homenagem às irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, assassinadas, em 1960, na República Dominicana. Submetidas às mais persas situações de violência e tortura, dentre elas, o estupro, as irmãs foram silenciadas pelo regime ditatorial de Rafael Trujillo, no dia 25 de novembro de 1960. Dados do CNJ mostram que o ano de 2021 terminou com 6,2 mil processos de feminicídio e 1,3 milhão de processos de violência doméstica em estoque no Judiciário brasileiro. Para mudar tal panorama é preciso sensibilizar a sociedade para o tema. Fique atento ao portal e as redes sociais do TJSP e participe desta mobilização! *Com informações do CNJ   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais: www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial www.linkedin.com/company/tjesp 
24/11/2022 (00:00)
Visitas no site:  9110316
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia