Controle de Processos

Aqui você poderá acompanhar o andamento atualizado de seu processo. Para saber mais, contate-nos.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Newsletter

Inscreva-se. Nós do Furno Petraglia Advocacia teremos o prazer de mantê-lo informado acerca das novidades jurídicas que lhe interessem. Seu cadastro é muito importante para nós.

Endereço

Rua Bittencourt , 141 , Conj. 35
Centro
CEP: 11013-300
Santos / SP
+55 (13) 3219-1145+55 (13) 3223-3386

Últimas notícias

Everaldo de Melo Colombi se despede da Corte paulista após 43 anos de carreira

Desembargador foi homenageado pelos colegas.   O desembargador Everaldo de Melo Colombi participou, na manhã de hoje (24), de forma virtual, de sua última sessão de julgamento antes da aposentadoria. “Sempre levei a Magistratura de forma leve e constante. Depois de 43 anos de judicatura, saio com a mesma alegria que entrei”, afirmou o integrante da 14ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. “Um dia temos que partir das nossas atividades e hoje deixo a todos minha saudade antecipada e meu agradecimento perene”, falou aos colegas. À equipe do gabinete, Melo Colombi disse que teve a honra de compartilhar anos de trabalho com integrantes muito qualificados. “A energia que cultivamos foi sempre a melhor possível. Levarei todos no meu coração.” O presidente da 14ª Câmara de Direito Privado, desembargador Carlos Henrique Abrão, lembrou de um longo período de aprendizado e convívio com o colega, ressaltando sua sensibilidade humana e a quem atribuiu “um legado perene e constante”. “Quando vim para esta Câmara, há oito anos, me animei pela presença do Everaldo, que transborda positividade, alegria e fé”, elencou. “Vossa Excelência deixa a cadeira vazia de processos, mas cheia de lições de vida”, assegurou. Segundo o desembargador Sebastião Thiago de Siqueira, Everaldo de Melo Colombi foi um mestre. “Votos sempre brilhantes; exemplo de profissional e pessoa na vida particular”, pontuou. “Obrigada pelo brilhantismo e pelo modelo de juiz que foi e continuará sendo a todos nós.” Para o juiz substituto em 2º grau Régis Rodrigues Bonvicino foi uma honra ter conhecido Melo Colombi – “melhor juiz com quem já trabalhei” – e citou como marcas humildade, educação e cultura. “Ele não é meramente técnico, é um homem sensível ao proferir suas decisões. Fica aqui todo meu afeto, carinho e respeito.” De acordo com o juiz substituto em 2º grau Lavínio Donizetti Paschoalão, “a Magistratura perde um homem de bagagem”. “Quem tem a ganhar é a Academia, com sua dedicação exclusiva a partir de agora”, declarou, em referência à atuação do desembargador como professor universitário. O também juiz substituto em 2º grau Jairo Brazil Fontes Oliveira desejou felicidade e sucesso ao homenageado. “Aproveite essa nova e merecida fase da vida, após se dedicar integralmente à Justiça, local onde conquistou respeito e admiração de todos.” Advogados e integrantes do gabinete e o Ministério Público de São Paulo também se juntaram aos que aos que o homenageavam. Representando sua instituição, a procuradora de Justiça Elaine Maria Barreira Garcia parabenizou o desembargador pela carreira, urbanidade e brilhantismo nos votos, desejando “sucesso, felicidade e realizações na próxima etapa de vida”.     Grandes amigos – Os desembargadores Urbano Ruiz, Virgílio de Oliveira Júnior e Ligia Cristina de Araújo Bisogni, que gostariam de abraçá-lo presencialmente, e impossibilitados de estarem na sessão virtual, enviaram mensagens que foram lidas. Algumas das palavras de Ligia Araújo Bisogni resumem os desejos de que “essa nova trajetória seja iluminada, como o foi sua vida na Magistratura paulista e, especialmente pelos 15 anos que trabalhamos na Colenda 14ª Câmara de Direito Privado, desde os idos de 2005, quando a composição marcada pela presença dos desembargadores que formavam o colegiado, em destaque, Sebastião Thiago de Siqueira, Virgílio de Oliveira Júnior e o saudoso Pedro Ablas”, relembrou. “Nossa harmonia sempre visível e destacada por todos e todas que por lá passaram, sempre realçada pela presença do nosso decano, Melo Colombi, jamais será relegada ao esquecimento; afinal, motivo de orgulho e referência para todos nós. A amizade brotou e suas raízes foram profundas e tenho certeza que continuará, como uma árvore singela, numa imensidão de tantas outras, a nos acolher na sombra de suas ideias e continuará a produzir os melhores frutos. Hoje, não fosse esse período de pandemia, a saudação para reverenciar o nosso colega Melo Colombi seria feita em pé, pois assim que ele merece ser reverenciado, afinal o Desembargador MELO COLOMBI continuará servindo-nos de modelo. Que o novo tempo venha! Abraço Fraternal!’’     Trajetória – Everaldo de Melo Colombi nasceu na cidade de Santos, em 1951. Graduou-se pela Faculdade Católica de Direito de Santos, turma de 1973. Atuou como advogado antes de ingressar na Magistratura, em 1978, quando foi nomeado juiz substituto para a 50ª Circunscrição Judiciária, com sede em São Vicente. Também atuou nas comarcas de Mirandópolis, Suzano, Santos e Santo André. Foi promovido para a 1ª Vara da Família e Sucessões do Foro Regional de Santo Amaro em 1985 e removido ao cargo de juiz substituto em 2º grau da Comarca de São Paulo em 1991. Três anos depois, foi promovido pelo critério de merecimento a juiz do 1º Tribunal de Alçada Civil do Estado de São Paulo. Tomou posse como desembargador em 2005.   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais:    www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial  
24/02/2021 (00:00)
Visitas no site:  4900827
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia